Técnicas de Salvamento e Desencarceramento


form_sd1A área de actuação do corpo de Bombeiros Voluntários de Guimarães abrange diversas localidades do concelho onde está inserido, conta no presente com 125.000 habitantes (aproximadamente) e 47 freguesias.

O Concelho de Guimarães é atravessado por algumas estradas nacionais, que servem de ligação entre o Minho litoral e interior, o alto Minho e localidades situadas a Sul. Este concelho possui, entre outras, várias infra-estruturas industriais e um pólo da Universidade do Minho. Recentemente o Concelho de Guimarães passou também a ser atravessado por uma rede de auto-estradas que servem ligação entre as principais localidades das regiões de Portugal atrás referidas. Por tudo isto é fácil concluir que Guimarães é um concelho com um elevado tráfego rodoviário que tem motivado, ao longo últimos anos, inúmeros acidentes, que originam na sua maioria, casos de vítimas encarceradas. Para responder a este tipo de situações este corpo de bombeiros foi-se equipando e obtendo formação adequada na área de Salvamento e Desencarceramento (SD).

Desde 2007 que assumi o papel de formador interno na área de SD tendo dedicado desde então muitas horas à formação contínua deste corpo de bombeiros.

Em finais de 2008 frequentei na Escola Nacional de Bombeiros o curso de formador de Técnicas de Salvamento e Desencarceramento, aperfeiçoando deste modo conhecimentos sobre as mais recentes técnicas desenvolvidas nessa área. Após ter frequentado esta formação também fiquei melhor preparado para transmitir os meus saberes, contribuindo deste modo para que o corpo dos BVG seja capaz de responder de forma mais eficaz a todos os acidentes rodoviários e similares que a todo o momento possam ocorrer.

Jeronimo Martins
Sub-Chefe
Formador  Externo da Escola Nacional de Bombeiros

img_sdimg_sd_2img_sd_1img_sd_3